Moçambique vai contar com uma central de armazenamento de dados

2018

Moçambique vai contar com a sua primeira central de armazenamento de dados independente, a qual será construída de raiz no Parque Industrial de Beluane (Moz Parks), na província de Maputo.

Orçada em 20 milhões de dólares norte-americanos, financiados pelo Raxio Group, a nova central de dados vai apoiar o crescimento digital do país, oferecendo ambientes de armazenamento confiáveis que serão operados por uma equipa de jovens moçambicanos treinados.

Além da capacidade de armazenamento, a central vai garantir a interconexão, através dos serviços de colocação neutra em nuvem e operadora para utilizadores do sector público e privado, criando um ambiente ideal para empresas e provedores de conectividade se interconectarem, processarem e armazenarem dados, reduzindo os custos dos conteúdos, em todo o país“, disse Júlio Parruque, Governador de Maputo, no ato de inauguração.

MAIS: Parlamentares lusófonos veem cibersegurança como “prioridade das prioridades”

Durante o lançamento da primeira pedra da futura instalação, o Governador destacou a importância dos investimentos daquela magnitude na província de Maputo, pois, segundo ele, a central de dados “é uma mais-valia no que tange à segurança cibernética em Maputo e no país em geral“.

Referiu que a MozParks de Beluluane constitui exemplo claro da visão que a província tem sobre a atração de investimentos para assegurar o desenvolvimento económico e social, abrindo mais postos de trabalho para jovens.

Temos a terra como um recurso valioso e queremos que não haja burocracia na sua atribuição aos investidores. Esta iniciativa vai acelerar o desenvolvimento da província e queremos que seja acarinhada por todos. Esperamos que o projeto ajude o país a dar salto na segurança cibernética”, disse o Governador.

Por sua vez, o CEO da Raxio Group, Robert Mullins, destacou o papel que a Raxio Moçambique desempenhará no fortalecimento da espinha dorsal digital do país, através da oferta de ambientes de armazenamentos seguros.

Estamos satisfeitos por lançar mais uma instalação, o que demonstra o compromisso da Raxio em servir à economia da região. Todos os dias há cada vez mais moçambicanos a aderirem à internet e o número continuará a aumentar. É por isso que o acesso a ambientes confiáveis desta natureza em Moçambique é mais importante“, disse Mullins.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui