Presidente da Rússia concede cidadania russa a Edward Snowden

499

Acredito que muitos de nós ligados as tecnologias de informação, o nome Edward Snowden não é uma novidade, mas para quem não conhece, este é o homem que fugiu dos Estados Unidos e recebeu asilo na Rússia após vazar arquivos secretos em 2013 que revelavam vastas operações de vigilância doméstica e internacional realizadas pela Agência de Segurança Nacional (NSA) dos EUA, onde ele era contratado.

As autoridades americanas há anos querem que Snowden retorne aos Estados Unidos para enfrentar um julgamento criminal por acusações de espionagem. Mas parece que a história acabou de ganhar um novo capítulo. O ex-contratado do serviços de inteligência dos EUA acabou de receber a cidadania russa.

Em 2020, Snowden disse que ele e a sua esposa grávida estavam a solicitar a cidadania russa para não serem separados do seu futuro filho numa era de pandemias e fronteiras fechadas. A Rússia concedeu-lhe direitos de residência permanente no mesmo ano, abrindo caminho para ele obter a cidadania russa.

O decreto foi assinado pelo presidente russo, Vladimir Putin, nesta segunda-feira, Snowden de 39 anos vive exilado na Rússia desde que expôs o programa da Agência de Segurança Nacional (NSA) que afetou milhões de americanos em 2013. O homem enfrenta acusações de espionagem nos EUA, não fez comentários públicos sobre essa nova cidadania.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui