Qualcomm recusou-se a vender chips para os últimos iPhones

856

Nos últimos tempos tem surgido um conflito de interesses entre a Apple a Qualcomm, esse conflito já levou a proibição de vendas do iPhone 7 na Alemanha. Mas parece que a empresa de Cupertino queria continuar a relação, mas empresa fabricante de chips, negou-se.

A Apple diz que queria usar os chips da Qualcomm no iPhone XS, XS Max e XR,  mas a empresa fabricante de chips recusou-se a vendê-los depois que a Apple processou suas práticas de licenciamento. “No final, eles não nos apoiariam nem  aceitaram vender fichas”, revelou Jeff Williams, vice-presidente de operações da Apple, durante seu depoimento à Comissão Federal de Comércio dos EUA,por isso a empresa teve que usar os chips LTE da Intel.

Actualmente a Qualcomm está a ser julgada, acusada de participar de práticas monopolistas, incluindo cobrança de taxas de royalties anormalmente altas, recusando-se a licenciar patentes para outros fabricantes de chips e efectuar promessas de negócios a clientes como a Apple se usassem exclusivamente chips da Qualcomm.

Embora originalmente parecesse que a Apple havia mudado para usar exclusivamente chips da Intel por alguma combinação de rancor e razões competitivas, a Apple disse no tribunal que não era o caso. De acordo com Williams, a Apple originalmente planeava dividir o seu último pedido de chips entre a Qualcomm e a Intel. Apenas se voltou para a Intel para fornecer todos os chips, quando a empresa recusou-se a vender.