Revelados detalhes do AngoSat-2

3644

Após o falhanço do AngoSat-1, surgiu a informação que será lançado o AngoSat-2, esse acordo deveu-se um protocolo complementar ao contrato de fabricação do Angosat-1, que tem como base a construção de um novo satélite geoestacionário para o país, até 2020.

Depois dessa informação, ficamos sem saber quais seriam os detalhes da construção deste novo satélite. O embaixador da Federação da Rússia na República de Angola, Vladimir Tararov, durante uma entrevista para a Sputnik Brasil, falou sobre o objectivo da cooperação com Angola na área espacial, comentou o caso do AngoSat-1 e revelou alguns detalhes e esperanças quanto ao próximo satélite angolano.

Porque o AngoSat-2?

Trata-se de uma compensação imposta pelo contrato do Angosat-1 que, apesar de continuar em órbita, não apresenta os parâmetros para os quais foi contratado. A compensação traduz-se na atribuição, sem qualquer custo para Angola, de 216 Megahertz na Banda C, e 216 Megaheartz na Banda Ku, enquanto o Angosat-2 estiver em construção, para suportar todos os serviços necessários.

Quais são esses detalhes do AngoSat-2?

O novo satélite será 200 kg mais pesado que o anterior. Para além das frequências programadas antes, ele terá novas que fornecerão Internet de banda larga de alta velocidade e grande qualidade, algo muito importante para Angola, revelou o embaixador da Rússia , acrescentando que a construção será completada em três anos.