Universidade de Cambridge não vai banir a ChatGPT

1722

A Universidade de Cambridge anunciou que não vai banir a ChatGPT, indicando que permitirá que os estudantes usem a ferramenta de Inteligência Artificial (IA) à exceção de trabalhos de curso ou exames.

Como conta o Telegraph, a Universidade de Cambridge defende que os alunos “devem ser autores do seu próprio trabalho”, notando, todavia que a ChatGPT “não foi banida”.

Tecnologia emergente de IA oferece todo o tipo de possibilidades enquanto apresenta inevitavelmente desafios a curto prazo na adaptação ao rápido aparecimento de tecnologias novas e em evolução, adiantou um porta-voz da instituição.

MAIS: Elon Musk tem planos de criar uma IA concorrente do ChatGPT

Em conversa com o jornal da universidade, o professor Bhaskar Vira (que serve como um dos chanceleres para a educação na instituição) afirmou que há que reconhecer que a IA “é uma ferramenta que as pessoas vão usar”.

Temos de adaptar a aprendizagem, ensino e processo de avaliação para que continuemos a ter integridade enquanto reconhecemos a utilização desta ferramenta, notou Vira.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui