ALERTA: FBI recomenda aos usuários para reiniciarem os seus Routers

898

Parece que existe um grave problema de segurança a nível mundial, o FBI está a aconselhar quem tenha roteadores de nível de consumidor e dispositivos de armazenamento conectados à rede, a reinicializá-los o mais rápido possível para combater o malware de engenharia russa que infectou centenas de milhares de dispositivos.

As autoridades explicam que centenas de milhares de roteadores e servidores poderão ter sido afectados em todo o mundo. Em causa estão cerca de 500 mil roteadores e servidores, que poderão ficar inoperacionais por causa do chamado VPNFilter.

Quais são os danos causados pelo VPNFilter?

malware permite que os invasores colectassem comunicações, iniciassem ataques contra outros e destruíssem permanentemente os dispositivos com um único comando. O relatório afirma que o malware foi desenvolvido por hackers que trabalham para uma nação avançada, possivelmente a Rússia, e aconselhou os usuários de modelos de roteadores afectados a realizarem uma reinicialização de fábrica ou, no mínimo, a reinicializar.

Pesquisadores da equipe de segurança Talos da Cisco divulgaram pela primeira vez a existência do malware na quarta-feira. O relatório detalhado afirma que o malware infectou mais de 500.000 dispositivos fabricados pela Linksys, Mikrotik, Netgear, QNAP e TP-Link.

Por isso, o FBI recomenda que qualquer proprietário de pequenos escritórios e roteadores de escritório em casa reinicie os dispositivos para interromper temporariamente o malware e ajudar na identificação potencial de dispositivos infectados. Os proprietários são aconselhados a considerar a desactivação das configurações de gerenciamento remoto nos dispositivos e a protecção com senhas e criptografia fortes quando activados. Os dispositivos de rede devem ser actualizados para as versões mais recentes disponíveis do firmware.