Angola formou mais de 300 estudantes em tecnologia espacial

1569

Angola formou mais de 300 estudantes e professores em tecnologia espacial, vindo de diversas instituições de ensino do país, em cinco anos, segundo o ministro das Telecomunicações, Tecnologias de Informação e Comunicação Social, Mário Oliveira.

O gestor público, que falava na abertura da Semana Mundial do Espaço, disse que no mesmo período mais de 20 instituições de ensino primário e de mais de 30 instituições do ensino médio e superior participaram, igualmente, nas ações de formação sob responsabilidade do Gabinete de Gestão de Programa Espacial Nacional (GGPEN).

Durante o referido período foi ainda possível criar uma rede de coordenadores locais e organizadores para a celebração da data, a promoção do género, com a participação ativa de mulheres em temas ligados ao espaço, bem como formação e capacitação, transferência do conhecimento da área espacial nas diferentes esferas académicas.

Mário Oliveira falou sobre o facto de o GGPEN ter apadrinhado a criação e lançamento do pequeno satélite angolano CANSAT, uma representação de um satélite real, em miniatura, com pouca massa e geralmente, abaixo de 300gr.

MAIS: GGPEN realiza atividades para despertar o interesse sobre a tecnologia espacial

O desafio colocado aos alunos foi de encaixar todos os principais subsistemas encontrados num satélite, como energia, sensores e sistema de comunicação, nesse volume mínimo.

O Ministro sublinhou também que a participação nas atividades da semana do espaço tem contribuído para promover e acelerar a implementação  dos cinco pilares da estratégia espacial nacional que são: desenvolvimento de uma infraestrutura espacial, capacitação e promoção do sector espacial, crescimento da indústria e tecnologias espaciais, afirmação internacional de Angola no domínio espacial e a criação de estruturas.

O trabalho desenvolvido pelo GGPEN, nomeadamente na implementação do programa de observação da terra, utilizando imagens de satélite para monitoramento de derrames de petróleo e navios, produtividade agrícola em todo o país e de projetos de reordenamento do território, foi um outro assunto destacado por Mário Oliveira.

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui