Loon: Google cancela o seu projecto de partilha internet pelo mundo usando balões

0
1324

Em 2015 a Google partilhou a ideia de que estava prestes a levar internet pelo mundo por intermédio de balões, a visão da empresa era que, os balões serão excelentes substitutos das antenas de redes móveis e até mesmo dos cabos de fibra óptica, em qualquer parte do mundo. Alguns países africanos como o Quénia e Moçambique também chegaram a aderir o projeto para expandir a Internet nos seus países.

Mas infelizmente agora surgiu a péssima noticia,  a Alphabet Inc que detém a Google decidiu fechar o projeto o Loon após concluir que o negócio, que oferece balões como alternativa às torres de celular, não é comercialmente viável, e parece que os as operadoras sem fio que Loon via como compradores questionaram a viabilidade técnica e política da ideia.

Segundo Alastair Westgarth (CEO da Loon), embora se tenha encontrado vários parceiros dispostos ao longo do caminho, não encontrou-se uma maneira de reduzir os custos o suficiente para construir um negócio sustentável de longo prazo”. Por outra Rich DeVaul, fundador do projeto que não está mais com a Alphabet, disse que a crescente demanda por conectividade móvel tornou as torres econômicas em mais partes do mundo do que ele havia estimado há uma década, diminuindo a necessidade do Loon..

Como ficará o projeto em Moçambique e no Quénia?

Lançou-se o projeto piloto no Quênia em 2020, após atrasos devido a questões legais desde 2018 praticamente, o seu parceiro, Telkom Kenya, disse que o serviço conjunto com a Loon vai durar até 1º de março de 2021. Nos próximos meses, a equipe da Loon trabalhará em estreita colaboração com a Telkom Kenya para garantir que as operações do serviço piloto de tecnologia sejam concluídas com segurança e sem problemas”.

Quanto ao projeto em Moçambique não se sabe como o mesmo ficará, visto que neste país o projeto foi lançado em colaboração com  a Vodacom no ano passado, e o objetivo era expandir à rede móvel para Cabo Delgado e Niassa.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here