Nokia e HPE estabelecem parceria para expansão de Internet das Coisas

1212

Internet das coisas

A Nokia e a Hewlett Packard Enterprise, que é uma empresa de soluções corporativas da HP, anunciaram nesta quarta-feira, 30 de Novembro, uma parceria em “internet das coisas“. As empresas vão desenvolver e comercializar em conjunto soluções para cidades inteligentes a partir do começo de 2017.

As duas empresas, vão oferecer, aos clientes industriais e as fábricas, soluções para gerenciamento de activos, manufactura inteligente, automação local remoto e manutenção preditiva, e as escolhas de redes avançadas para uma melhor conectividade para soluções de cidades inteligente, como iluminação inteligente e edifícios inteligentes.

A “internet das coisas” tem como objectivo expandir a infraestrutura existente de Internet (IP, tais como UDP ou TCP) aos dispositivos, a fim de facilitar a comunicação entre os próprios dispositivos e entre eles e os seres humanos.

A Nokia e a HPE, oferecerão conectividade, networking core, agregação de dados e tecnologias de computação das duas empresas. Por tanto as duas companhias estão a trabalhar actualmente em uma prova de conceito-para cidades inteligentes, combinando capacidades de roteamento da Nokia com capacidades de TI híbrido da HPE para modelos de entrega de projecto conjunta.

“Estamos satisfeitos em ampliar nossa parceria com a HPE no espaço Internet das coisas. presença no mercado da HPE oferece Nokia acelerada e maior acesso às verticais de mercado empresarial e de destino, juntamente com um portfólio complementar de produtos e serviços”, disse o diretor de estratégia da Nokia, Kathrin Buvac.

Antonio Neri, vice-presidente executivo, chefe do grupo de empresas na HPE, disse:

“A adição da Nokia com o ecossistema de parceiros da HPE, vai trazer uma escolha mais ampla e tecnologias líderes de mercado para os nossos clientes em comum. As duas empresas possuem uma longa história de inovação que ajudará nossos clientes através de sua jornada de digitalização. “

De acordo com a empresa de pesquisa de mercados e, o mercado de internet das coisas para cidades inteligentes e fabricação prevê um crescimento de cerca de US $ 161 bilhões até 2020. Tudo porque os mercados mercados vão crescer como empresas de fabricação por usar a Internet das coisas para melhorar a produtividade no processo de produção e da cadeia de abastecimento.