O FBI quer construir uma rede de dados no Facebook

496

Hoje em dia as empresas de tecnologia de marketing não são as únicas organizações que querem colectar dados nas redes sociais para seus próprios fins. O FBI está a solicitar propostas de fornecedores externos para um contrato para extrair grandes quantidades de dados públicos do Facebook, Twitter e outras redes sociais “para identificar e monitorar proactivamente as ameaças aos Estados Unidos e seus interesses”.

O pedido foi publicado no mês passado, semanas antes de uma série de assassinatos em massa abalar o país e levou o presidente dos EUA Donald Trump a pedir as plataformas de redes sociais para ajudar a detectar potenciais atiradores antes de agirem. O prazo para as ofertas é 27 de Agosto.

Conforme descrito na solicitação, parece que o serviço violaria as políticas do Facebook contra o uso dos seus dados para fins de vigilância, de acordo com os contratos de usuário da empresa e pessoas familiarizadas com a forma como o FBI procura aplicá-los. A notícia do interesse do FBI no Facebook ocorreu na mesma semana em que o presidente pediu às redes sociais que construíssem ferramentas para identificar possíveis assassinos em massa antes de agirem . E em todo o governo, parece haver um consenso crescente de que as redes sociais devem se tornar parceiras na vigilância com o governo.