Telstar planeava investir 800 milhões de USD no sector das telecomunicações

2121

Se esteve atento às últimas notícias deve saber que foi anulado o concurso público para quarta operadora de telefonia móvel em Angola, onde a Telstar foi considerada vencedora. Depois dessa anulação, a referida empresa veio agora a público que “cumpriu de forma escrupulosa” o concurso público internacional.

Numa nota de esclarecimento, a empresa refere que foi “com total surpresa” que tomou conhecimento do teor de notícias publicadas em diversos órgãos de comunicação social sobre o concurso público internacional para a celebração do Contrato de Concessão de Serviço Público de Comunicação Electrónica para atribuição de um Título Global Unificado (TGU) para o quarto operador global do sector de telecomunicações angolano. Em causa está a anulação do concurso pelo chefe de Estado angolano, João Lourenço, alegadamente por a empresa não ter apresentado os resultados operacionais dos últimos três anos, como impunha o caderno de encargos.

A Telstar garante que apresentou uma proposta de investimento avaliada em 800 milhões USD para tornar possível a quarta operadora de telefonia móvel. Assegurou ainda que investiu mais de Um Milhão de Dólares na preparação e apresentação da sua proposta técnica e financeira na fase final do concurso público, com o apoio de uma consultora de renome mundial e em conjunto com os seus parceiros internacionais, incluindo um operador internacional.

O comunicado diz ainda que, a empresa pretendia apostar na utilização da mais recente e inovadora tecnologia, criação de cinco mil empregos directos e cento e sessenta mil empregos indirectos. A Telstar apresentou igualmente em cumprimento ao disposto nas peças do procedimento do concurso público, com a sua proposta técnica e financeira, uma caução provisória no valor de 2,9 mil milhões Kz.