Conheça as empresas que desistiram do concurso público para quarta operadora

19292

Depois de alguns dias da anulação do concurso público da quarta operadora de telefonia móvel em Angola, por parte do Presidente da República, a Telstar reagiu para esclarecer a polémica em volta da decisão da atribuição da licença de quarto operador de telefonia móvel.

Agora sabe-se que a MTN não foi a única a desistir do concurso, de acordo com a nota de esclarecimento da empresa que viu a licença revogada pelo Presidente da República uma semana depois de ser anunciada como vencedora, foram finalistas do concurso a Telstar (angolana), MTN( sul-africana) e Yang Yimei da China.

Até ao momento não se sabe ao certo o que levou essas duas empresas finalistas a desistirem na última fase do concurso, tendo apenas ficado a Telstar a concorrer.  MTN alegou que o processo estava “viciado” e nada “transparente”, enquanto que a Yang Yimei não pronunciou-se até ao momento.

Um facto interessante que acabou por ser revelado, é que  ao abrigo das Peças do Procedimento do Concurso Público, em caso de obtenção do TGU para o quarto operador global, 45% do capital social da empresa que vencesse o concurso teria de ser detido por uma entidade a ser indicada pelo Estado angolano”. Esse poderá ser um dos motivos que levou as empresas acima referidas a desistirem.