Meta alerta para malwares se passando por ChatGPT

3016

A empresa responsável pelo Facebook, a Meta, lançou um aviso de que o ChatGPT está a ser usada para disseminar software malicioso entre os utilizadores.

De acordo com a Reuters, a Meta avisa que o interesse público no ChatGPT está a levar burlões a usar a ferramenta de Inteligência Artificial (IA) para incentivar ao download de apps e extensões de navegador maliciosas.

MAIS: ChatGPT volta a funcionar na Itália após ser banido pelo governo

A tecnológica refere que, desde março, encontrou 10 famílias de software malicioso e mais de mil links maliciosos que foram promovidos como ferramentas para serem usadas em conjunto com o ChatGPT.

Em declarações no âmbito da publicação deste aviso, o responsável de segurança da Meta, Guy Rosen, afirmou que “o ChatGPT é a nova criptomoeda” no que diz respeito aos burlões.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui