[MWC 2018] Os pontos altos e baixos do evento

1574

Entre 26 Fevereiro a 1 de Março de 2018 equipe do MenosFios esteve no MWC em Barcelona com o apoio da TVCABO. A organização do  Mobile World Congress 2018 propôs o tema “Um futuro melhor”, obviamente usando a tecnologia.

Para um evento em que o foco eram os dispositivos móveis, o Mobile World Congress deste ano não causou tanto alarido.

Pontos chave do evento

O regresso da Samsung. Sim, depois de ter alterado o seu cronograma de lançamentos, a Samsung decidiu apresentar o seu topo de gama na MWC 2018.

A HMD Global, que controla a divisão móvel da Nokia tentou o mesmo “truque” do ano passado, em que ressuscitou o Nokia 3310, fazendo o mesmo com o 8110. Houve o interesse inicial, mas a nível comercial, tudo aponta para um falhanço.

A Asus, HTC, Huawei, LG, ZTE trouxeram smartphones que não provocaram um grande espanto a nível de inovação. Por outro lado, a Vivo voltou a chamar a atenção, com o seu smartphone com leitor de impressões digitais integrado directamente no ecrã, tendo ainda adicionando uma câmera frontal que “salta” do telefone e se posiciona como um periscópio. A Lenovo continua a apostar na diferença, com os seus dispositivos modulares.

Uma vitória para a Google, com o lançamento de vários smartphones com Android Go, mostrando que os fabricantes estão dispostos a atacar os mercados emergentes, que vão dar um retorno grande desse investimento.

5G foi a expressão do evento. Nos 8 pavilhões, por onde quer que circulássemos, encontrávamos uma referência a 5G. Todas as grandes empresas tiveram demonstrações próprias de atingir velocidades de 5G em todas as variedades de comunicações – desde smatphones a carros.

Com tantos planos a volta do 5G, resta saber se o INACOM tem planos para o espectro de 3.4 à 3.8 GHz, que já foi indicado como o primário na Europa.

Apesar de tudo, o evento trouxe boas perspectivas no uso do 5G para Internet das Coisas, permitindo que tenhamos sistemas cada vez mais inteligentes e a gerarem mais informação.

África representada

Argélia, com duas companhias, Quénia com 3 startups, Sudão com duas companhias e Tunísia com 21, foram as  representantes de África neste evento.

 

+ Não conseguiu ler os artigos? Pode rever toda a cobertura da equipe do MenosFios na MWC 2018.