Angola deve aumentar urgentemente a taxa de conectividade à Internet

585

O mercado das telecomunicações em Angola cresceu bastante comparando com o que havia nos últimos dez anos, com a instalação de redes nacionais e internacionais, acabamos por superar agora alguns os países vizinhos da SADC.

Mas é bem verdade que, Angola deve aumentar urgentemente a taxa de conectividade à Internet para níveis similares a de países europeus, que rondam os 80%, para usufruir dos benefícios do Produto Interno Bruto Digital (PIB).

Segundo Paulo Araújo (Co-Fundador da Startup Wi-Connect), estudos feitos pela McKinsey & Company dão conta que a Internet contribui em cerca de 20 por cento para o aumento do Produto Interno Bruto (PIB). A Internet apenas contribui com 1% para o PIB e vemos que a rede não é um luxo, mas uma forma de atingir crescimento económico e diversificação da economia”, disse o especialista.

O mesmo salienta ainda dizendo que, o acesso à Internet em Angola, tal como no resto de África, é muito baixo, pois apenas 27% da população africana tem acesso a essa ferramenta de comunicação e Angola não é uma excepção. Embora o país tenha várias operadoras de telecomunicações que forneçam serviços de Internet, um estudo feito recentemente indica que o custo médio de 1 GB de Internet em Angola é de  7,95 USD.

O Gestor realça que algumas empresas já notaram ser mais valioso que se invista em pontos de Internet gratuita à volta do País. Paulo Araújo acredita que, de forma massificada, os pontos de acesso a Internet gratuita podem acelerar a economia angolana e aumentar a contribuição do PIB Digital no País.